logoNova017

 

INTRANET | WEBMAIL
       aemerj@aemerj.org.br
 Av. Rio Branco 245, 20º andar
 21 2544-2561 / 21 2544-2348 
Centro  CEP - 20040-917

Destaques

Municipalismo e Ação

Municípios têm até 10 de março para preencher formulários sobre Saneamento

 

Rio de Janeiro 05/03/2015

O Ministério das Cidades, por meio da Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental (SNSA), deu início a um levantamento junto aos municípios brasileiros, com o objetivo de verificar o andamento dos Planos Municipais de Saneamento Básico.

As informações de cada município devem ser preenchidas em um questionário eletrônico, disponível aqui. O prazo para envio do documento respondido vai até o próximo dia 10 de março.
 
De acordo com a SNSA, o preenchimento do questionário deve ser realizado pelo órgão municipal que gerencia o serviço local de saneamento básico, assegurando, dessa forma, o exercício pleno da titularidade municipal nas atividades do setor. Em aproximadamente 10 minutos é possível finalizar o preenchimento e enviar as informações ao Ministério das Cidades.
 
Como forma de auxiliar os municípios e esclarecer as eventuais dúvidas, a SNSA criou um fórum de discussão no Portal Capacidades. Para participar, o usuário precisa se cadastrar pelo link (clique aqui), e, na sequência, acessar o item “Fóruns Temáticos”, no canto inferior esquerdo do site. Em seguida, o internauta deve escolher a opção “Panorama dos Planos Municipais de Saneamento Básico no Brasil”.
 
Segundo o especialista em Infraestrutura Sênior do Ministério das Cidades, Alexandre Araujo Godeiro Carlos, o questionário pretende diagnosticar quais os municípios que ainda estão com dificuldades na elaboração dos Planos. “A informação de cada município é fundamental para a construção de um panorama consistente e atualizado sobre esta matéria”, comentou.
 
 
Legislação
 
A elaboração dos Planos Municipais de Saneamento Básico foi regulamentada pelo Decreto nº 8.211/2014, que exige dos municípios a finalização dos Planos até dezembro de 2015. Após essa data, a apresentação do documento será condição para o acesso a recursos orçamentários geridos ou administrados por órgãos ou entidade da administração pública federal, quando destinados a serviços de saneamento básico.
 
Os Planos estabelecem as diretrizes para os próximos 20 anos e abrangem quatro áreas: abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem de água pluvial e manejo de resíduos sólidos domiciliares. Com esse planejamento, os municípios podem participar de editais e receber recursos para essas áreas.
Fonte: ASSEMAE

AEMERJ pelos Municípios

Facebook

diarioOficial   bnFpm 
  bn galeria fotos   oim